Return to site

COLUNA DO MAGNO ANDRADE: Formação de leitores literários

Texto 12

No texto Breve reflexão sobre a leitura em todas as áreas, abordei a importância de todas as disciplinas escolares trabalharem aspectos ligados à leitura e à interpretação de texto. Na ocasião, usei, como exemplo, uma experiência que tive com a Educação de Jovens e Adultos, na qual realizei, com mais duas professoras, um projeto interdisciplinar de leitura literária.

Retomo o assunto, enfatizando, agora, a importância dos trabalhos de leitura literária nas escolas. Tenho me tornado um crítico do atual modelo de ensino de Literatura nas escolas. Digo que não ensinamos Literatura, mas sim história e crítica literária. No Ensino Fundamental, trata-se de métricas, figuras de linguagem, gêneros literários etc. Já no Ensino Médio, são ensinadas as escolas literárias (Quinhetismo, Barraco, Arcadismo etc.). Trabalhar esses conhecimentos na escola é superimportante e devemos manter esses tópicos literários no ensino. Mas em qual momento trabalhamos com a formação de leitores?

Neste projeto interdisciplinar, trabalhamos com o romance Cinco anos sem chover, de Lino de Albergaria. A história narra a vida de uma família nordestina e das aventuras vividas por Raimundinho e sua mãe no caminho percorrido até São Paulo. Lemos esse livro juntos, na aula. Cada um lia um pouco. As leituras eram interrompidas pelas lágrimas, histórias e lembranças dos alunos, que narram suas próprias vidas, se reconhecendo na obra de Albergaria.

Ao terminar a leitura do livro, trabalhamos com os alunos o gênero fotonovela (algumas alunas nos revelaram que liam escondidas das mães as fotonovelas da época) e propusemos que, em grupo, dessem continuidade à história de Raimundinho e de sua família.

Os alunos fizeram tudo: escreveram a história, criaram roteiros, preparam figurinos e cenários, tiraram as fotos... No fim, fizemos uma grande confraternização e expusemos os trabalhos para todos apreciarem. (Deixo, no fim do texto, as produções dos alunos, para que vocês possam ver e se inspirar.)

Esse trabalho mostrou como a formação de leitores é importante e como ela tem sido deixada de lado. Alguns alunos me relataram que era a primeira vez que tinham lido um livro inteiro. Outros, a partir do projeto, começaram a frequentar, assiduamente, a biblioteca da escola. De fato, esse projeto literário influenciou positivamente a vida dos discentes e foi um marco importante para muitos, como leitores (e para mim, como professor).

Que possamos, como professores de Literatura, dar a devida importância que a prática da leitura literária merece. Que extrapolemos as provas e as fichas literárias tão comuns nas escolas e que podem até afastar os alunos da leitura por prazer. Que enfatizemos a formação de leitores assíduos e críticos.

(Eu sou o Magno Andrade, um jovem professor transformador e fora dos padrões, que acredita que uma educação pública, democrática e de qualidade é direito de todos e fonte para uma mudança social.)

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly