Return to site

COLUNA DA CRISTIENE CARVALHO: Feliz Dia de Luta

Texto 17

Promoção! Flores, cartões e presentes para o Dia dos Professores! – assim dizia o anúncio em uma loja de utilidades localizada no pé do morro que leva a uma escola pública de meu bairro. A caminho de mais um dia de trabalho, subi o morro em passos lentos, porém firmes. A pasta cheia de livros, trabalhos para corrigir e diários ainda pesava menos que meu coração, que carregava toda a luta da nossa classe, mas ainda continuava batendo firme...

O que eu quero mesmo ganhar de presente? Comecei a me indagar e me dei conta que os produtos anunciados na vitrine, embora ofertados com carinho pelas crianças, pais e colegas da profissão, não representavam meus anseios.

Chega de promoção! Sonho com o dia em que nossa profissão docente não esteja em promoção no mercado. A negociação por um salário digno em melhores condições de trabalho tem sido uma caminhada sem fim... Quando alcançaremos esse reconhecimento profissional mínimo?

Flores! Sei que a escola está inserida em uma sociedade marcada pela violência. Mas não quero flores como alívio paliativo para as violências sofridas no exercício de nossa profissão ou para homenagear professores assassinados dentro de sala de aula. Em tempo, saúdo a memória da professora Helley Abreu Batista, falecida na última semana, vítima de um incêndio criminoso em uma escola de Janaúba. Não existem flores que fechem a ferida que se abriu com a sua partida.

Cartões! Por mais belas que sejam as palavras que os cartões nos tragam, sinto que, por muitas vezes, eles romantizam a nossa profissão em mensagens ainda distantes da realidade em que vivemos. Queria que a conscientização da simples frase Professor, o que seria de nós sem você?, escrita em muitos cartões, viesse a fazer parte das práticas sociais por meio do reconhecimento concretizado em respeito, autonomia e valorização.

Presentes! Chego à conclusão de que os presentes que quero não são de ordem facilmente materializável. Fazem parte de um processo de mudança da sociedade em que a educação ocupe um lugar de respeito. Só consigo desejar aos professores que, hoje, recebam de presente o fortalecimento da esperança para prosseguirem na luta em busca da transformação desse panorama.

Feliz Dia de Luta! Feliz dos Professores!

Abr@ço forte e sigamos em luta!

(Eu sou Cristiene Carvalho, arte educadora, pedagoga, mestre e doutoranda em Educação. Compreendo a Educação enquanto possibilidade de transformação do mundo. Em minha prática, oscilo entre a indignação diante das injustiças e a boniteza de acreditar nos sonhos (im)possíveis.)

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly